feliz dia meu!

não me desejem feliz dia 11 de agosto, queridos. porque, a despeito de ter um número de inscrição na oab, não me sinto advogada. nunca me senti e, a bem da verdade, preciso dizer que, com o passar do tempo e o caminhar da vida, sinto-me cada vez menos.* e não seria exatamente correto dizer que faltou-me tentativa. mais honesto, certamente, seria admitir que, a despeito de minha relativa boa-vontade, todas as tentativas de assumir a profissão me restaram absolutamente infrutíferas. a mais recente delas, inclusive, deixando-me, a mim e à minha pretensa sócia, com um estoque de 300 cartões de visita verticais, muito bem elaborados, em tons de laranja, café e prata, nos quais se lê barroso nóbrega advogadas associadas e um número de telefone que acabou encontrando outra serventia. em contrapartida, estejam a vontade para me desejar feliz dia 15 de outubro, porque me sinto cada vez mais professora. cada vez mais consciente da inconsciência divina da escolha que fiz aos 17, quando eu sequer pressentia a importância dela na formação da minha persona. desejem-me feliz dia 15 de outubro, queridos, porque preencho cada vez com menos hesitação o campo 'profissão' dos formulários que, vez por outra, me toca preencher. e escrevo, onde muitas vezes só caberia a palavra 'advogada', com muito orgulho e absoluta convicção: 'professora universitária'. outro dia, pensando a respeito, percebi que acabei repetindo a história profissional de meu avô oscar, pai da minha mãe. professor oscar, um ser especialíssimo que formou-se em direito [sem jamais advogar], fundou um colégio, viajou o mundo, publicou três livros de poesia e acabou sabiamente seus dias cortando bananeiras na serra de ibiapaba. e eu, que levo todas as coisas muito a sério nesta vida, senti uma responsabilidade imensa nesta espécie de continuidade que sou de meu avô. e fico feliz, meu povo, tanto que quase não caibo em mim, quando percebo que dou para a coisa, que estou no lugar certo, que poucas coisas me cairiam melhor do que um pincel atômico nas mãos, que minha voz é boa e meu vocabulário apropriado, que meus alunos me consideram articulada e eloquente [de longe os melhores elogios profissionais que já recebi], e que riem de mim, e me acham meio doida, quando faço minhas graças para que eles aguentem firme até o final da aula, o final do mês, o final do semestre.
----------------------
*em tempo: gostaria de esclarecer que, contrariando a nota que saiu hoje num jornal daqui, não estou apoiando especificamente ninguém para as próximas eleições da ordem. na verdade, não tenho idéia de porque meu nome saiu naquela listagem, se nem votar eu voto, já que solicitei a suspensão temporária do meu número [e do respectivo pagamento] da oab por não estar exercendo a profissão. registre-se, no entanto, que não tenho absolutamente nada contra o candidato, embora não tenha achado correta a utilização não autorizada [sequer consultada] de meu nome e do de outros colegas. não apóio ninguém e apóio a todos. faço questão de não me envolver no jogo de vaidades e troca de interesses que são estes pleitos. espero, apenas, que vença o melhor. ou que, se não, faça o melhor aquele que vencer.

8 comentários:

Anônimo disse...

Querida
Parabéns pela profissão belíssima, pela felicidade com que a desempenha. Seus alunos são privilegiados, e eu, cá de longe, tb me considero por ser mais uma amiga virtual.
Bjk

cronicasurbanas disse...

querida,

super parabéns para nós! Como você, acabei me embrenhando pelos caminhos da vida acadêmica e das salas de aula, e hoje o faço com o mesmo prazer e entusiasmo que tinha quando comecei, há muitos e muitos anos.

Como você, segui a tradição da família - avó diretora de escola, avô professor de latim, francês e filosofia, pai engenheiro e professor, um tio desembargador e professor, outro médico e professor, e por aí vai... Não há como negar que esta é uma profissão como poucas, e hoje mal me lembro da jornalista que um dia fui. Hoje sou 100% professora e aluna dos meus alunos, que tanto me ensinam sobre coisas que nunca imaginei aprender...

ótimo findi pra você!
Mônica

nayane disse...

Querida!
Parabéns pelo dia 15 (atrasado)!
Eloquente e articulada é pouco para você professora!
E acho que vou acabar seguindo esse caminho,pois ser monitora ás vezes é dar aula,e eu adoro ensinar!
Feliz dia 15 de outubro!

nayane disse...

Querida!
Parabéns pelo dia 15 (atrasado)!
Eloquente e articulada é pouco para você professora!
E acho que vou acabar seguindo esse caminho,pois ser monitora ás vezes é dar aula,e eu adoro ensinar!
Feliz dia 15 de outubro!

Tá disse...

"barroso nóbrega advogadas associadas"
ssrsrsrsrrsrsrsrrssr
PENnnnSE NUMA DUPLA DE DUAS...
E eu te desejei feliz dia 15 no orkut,viu?
E deixo registrada minha frustração de não te ter como minha prof de Internacional e minha inveja(boa) de quem teve(e terá) o privilégio de te ter....(se bem que me disseram que tu copia tanto...hauauhuaauhuahua)
bjo,Canrinda!


ps:Lembrei de ti hoje e nem foi com big ball.Foi com uma gerbera laranja ^^

Carol disse...

feliz dia do professor, trocinho lindo :}

pra você e pra minha mãezinha, que me ensinam tanto e com tanto amor...

amo tu.

c. disse...

fá, quando é mesmo que nossa amizade vai deixar a virtualidade? até as meninas eu já encontrei na cdmax!!! obrigada pelas felicitações e beijos para você.

mônica, querida, feliz de nós, que estamos nesta profissão tão bonita e dignificante. e, sim, eu também sou uma aprendiz dos meus alunos. beijos e lindo resto de fim de semana para você também.

nay, você já foi minha aluna e é suspeita para falar, né? obrigada pelo reconhecimento, gratidão e amor de sempre.

tá, tu imagina o chicó e joão grilo que somos eu e cecis, né? pois sim. reza a lenda que o que nós não conseguirmos juntas, ninguém mais consegue. felicidade encontrar uma amizade como a dela nessa vida. e só porque eu copio a lousa inteirinha... é um recurso visual precioso na apreensão da matéria, sabia? e eu garanto que falo mais do que copio, ó. beijos nim ti.

e tu, tró, que só me tem amor, seja dia do professor, seja dia do que for... amo muito demais da conta.

beijos em todas essas minhas leitoras especiais, amadas e assíduas.

Cele disse...

Achei mesmo meio estranho ver teu nome na mala direta que recebi pelo Correio apoiando o tal do candidato! Mesmo assim, feliz dia do professor. Se a gente não fosse tão perdida em Fortaleza, eu te dava um pote de jujubas como fiz para as professores dos meus pequenos. Beijos!

.por onde andei.

.por onde andei.
.sob o céu furta-cor de jeri.

.pela orla da minha querida cascais.

.por entre as milhares de bicicletas de amsterdam.

.pelas ruas medievais da irretocável bruges.

.sob as luzes e sombras da grand place, em bruxelas.

.pela simétrica [e linda!] place des vosges, em paris.

.pela incrível plaza de españa, em sevilla.

.pelo fabuloso parc güell, em barcelona.

.pela recoleta, em buenos aires.

.pelas muralhas de óbidos.

.pela nascimento silva, em ipanema.

.pela cidade alta, em salvador.

.pelo pico alto, em guaramiranga.

.pelas charmosas ruas de sintra.

.pela torre de belém, em lisboa.

.pelas margens do douro, no porto.

.pelo casco viejo, em santiago de compostela.

.pelo meu retiro, em madrid.

.caminham comigo.

follow me on twitter!

.plágio é crime e atestado de burrice.

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape MyFreeCopyright.com Registered & Protected

.presentinhos.

.presentinhos.